quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

CD dos sambas de enredo das escolas mirins será lançado com festa no próximo domingo

Por Fábio Silva

A Associação das Escolas de Samba Mirins realiza no próximo domingo, dia 09, a partir das 14h, a festa de lançamento do CD dos sambas de enredo das escolas mirins para o Carnaval 2013.

O evento restrito a convidados, componentes e diretores das agremiações que compõem o grupo mirim, acontece na quadra da Estácio de Sá.

O álbum que contará com 16 faixas contendo os hinos que a criançada cantará na avenida, terá como bônus, o hino da AESM-Rio, gravado por Tatiane Carvalho, intérprete vencedora do Troféu Estandarte do Samba Mirim, em 2012.

Produzido por Alexandre Moraes e Maurício Fonseca, o CD foi gravado e mixado no M&C reúne além dos sambas inéditos, obras que marcaram época nos desfiles das escolas de samba como "Hoje tem Marmelada", samba da Portela do carnaval de 1980, que a Filhos da Águia está reeditando, o clássico "Kizomba", que rendeu a Unidos de Vila Isabel o primeiro título em 1988, sendo relembrado pelos Herdeiros da Vila, "Vamos brincar de ser criança", samba apresentado pela Imperatriz Leopoldinense do carnaval de 1978, que será cantado pela criançada da Petizes da Penha, além de "Sonhar não custa nada ou quase nada ou quase nada", da Mocidade, que a Estrelinha cantará no próximo carnaval.

O CD estará sendo vendido a R$10 na sede da AESM-Rio e pode ser adquirido através do telefone 3971-1922. Durante o evento serão coroados o Rei Momo, Rainha e Princesas do carnaval mirim, definidos através de concurso. 


segunda-feira, 3 de setembro de 2012

AESM-Rio realiza torneio de futebol

Por Fábio Silva

A Associação das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro realiza na próxima sexta-feira, 07 de setembro, o IV Torneio de Futebol Masculino, a partir das 08h no Clube da Light.

O evento organizado pela direção de esportes da entidade terá a participação das 17 equipes, representando as agremiações Mangueira do Amanhã, Estrelinha da Mocidade, Aprendizes do Salgueiro, Império do Futuro, Filhos da Águia, Tijuquinha do Borel, Herdeiros da Vila, Pimpolhos da Grande Rio, Nova Geração do Estácio de Sá, Coração Unidos do Ciep, Golfinhos da Guanabara, Petizes da Penha, Mel do Futuro, Infantes do Lins, Inocentes da Caprichosos, Miúda da Cabuçu e Ainda Existem Crianças na Vila Kennedy.

Segundo Ricardo Dias, diretor de esportes da AESM-Rio, o torneio de futebol, faz parte do calendário de atividades a serem desenvolvidas pela entidade ao longo do ano, objetivando a prática esportiva e o lazer, além de congregar os integrantes das escolas filiadas, tendo como meta o convívio com crianças e jovens de diferentes comunidades do Rio de Janeiro.

"Nossa finalidade é promover uma interação e o congraçamento entre as escolas de samba mirins do Rio de Janeiro, fazendo com que crianças e jovens desenvolvam a prática esportiva e saibam como é a realidade de diferentes comunidades do Rio e região metropolitana", disse.

Na ocasião será servido um almoço para atletas, diretores das escolas e dirigentes da AESM-Rio, além de outras atividades que serão desenvolvidas.

A fórmula de disputa se dará no sistema de partidas eliminatórias, com 30 minutos de duração, sendo 15 min, cada etapa, com exceção da partida final, que terá 20 min, em cada tempo da partida. O limite de idade estipulado é de até 14 anos. Caso alguma partida termine empatada no tempo regulamentar, os critérios para a classificação são os seguintes:

Conta-se o numero de escanteios cedidos por cada equipe;
Caso persista o empate, haverá disputa de três pênaltis alternados para cada equipe e caso o jogo continuar empatado, um pênalti alternado para cada equipe;

No jogo final, caso a partida termine empatada, haverá a disputa de três pênaltis alternados para cada equipe. Se persistir o empate, um pênalti alternado para cada equipe.

Confira a tabela:
Fase de Classificação
Jogo 1 - 08h:30/ - Mangueira do Amanhã x Golfinhos da Guanabara
Jogo 2 - 09h / Pimpolhos da Grande Rio x Império do Futuro
Jogo 3 - 09h:30 / Miúda da Cabuçu x Tijuquinha do Borel
Jogo 4 - 10h / Petizes da Penha x Infantes do Lins
Jogo 5 - 10h:30 / Inocentes da Caprichosos x Estrelinha da Mocidade
Jogo 6 - 11h / MEL do Futuro x Corações Unidos do Ciep
Jogo 7 - 11h: 30 / Nova Geração do Estácio de Sá x Filhos da Águia
Jogo 8 - 12h / Herdeiros da Vila x Ainda Existem Crianças de Vila Kennedy
Jogo 9 - 12h:30 / Aprendizes do Salgueiro x Vencedor do Jogo 1
Quartas de Final
Jogo 10 - 13h / Vencedor do Jogo 2 x Vencedor do Jogo 3
Jogo 11 - 13h:30 / Vencedor do Jogo 4 x Vencedor do Jogo 5
Jogo 12 - 14h / Vencedor do Jogo 6 x Vencedor do Jogo 7
Jogo 13 - 14h:30 / Vencedor do Jogo 8 x Vencedor do Jogo 9

Semifinais
Jogo 14 - 15h / Vencedor do Jogo 10 x Vencedor do Jogo 11
Jogo 15 - 15h:30 / Vencedor do Jogo 12 x Vencedor do Jogo 13

Final:
Jogo 16 - 16h / Vencedor do Jogo 14 x Vencedor do Jogo 15

A competição é realizada desde 2008, sendo somente em 2011, não sendo realizada. Entre os campeões figuram, Mangueira do Amanhã, campeã da edição de 2008, no ano seguinte e Estrelinha e em 2010, a equipe que representou os Aprendizes do Salgueiro.

A entrada é gratuita, o Clube da Light fica na Rua Barão do Bom Retiro, 2002, no Grajaú. Mais informações através do telefone 3971-1922.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012


Mangueira do Amanhã define enredo

A verde e rosa mirim reeditará o samba enredo “Mangueira é música do Brasil”, apresentado pela Estação Primeira, no carnaval de 2010. A nova versão do tema, tem como título: “Mangueira do Amanhã é música do Brasil”, que será desenvolvido por uma comissão de carnaval. A Mangueira do Amanhã será a sétima a desfilar na Terça-feira de Carnaval, dia 12 de fevereiro. Confira a letra:

 



Compositores: Renan Brandão, Machado, Paulinho Bandolim e Rodrigo Carioca
Mangueira do Amanhã é música do Brasil


Vai passar …

Nessa avenida mais um samba popular
Mangueira até parece um céu no chão
É Música vestida de emoção
Com notas e acordes refletiu
Em suas cores o orgulho do Brasil
Nas ondas do Rádio
De norte a sul viajei
Num sonho dourado embarquei
Parece magia!
Vai minha inspiração
Num doce balanço a caminho do mar
Vem me trazer a canção pro mundo se encantar

Tantas emoções na verde-e-rosa

Brilham as estrelas imortais
Bate outra vez uma saudade
Lembro dos antigos festivais

Um verso me levou

Do Rock a Jovem Guarda
Fui caminhando e cantando ao luar
Com a Tropicália no olhar
Atrás do trio eu quero ver
O baile começar, e a noite adormecer
O sol nascerá, as cortinas irão se fechar
Folhas secas virão e o show vai continuar!

Meu coração é verde-e-rosa

Descendo o morro eu vou
A música alegria do povo
Chegou a Mangueira chegou


Fonte: Carnavalesco

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

AESMRIO definiu na noite de ontem a ordem do desfile das escolas mirins do Rio de Janeiro para o carnaval 2013.

1ª –  Mel do Futuro
2ª –  Filhos da Águia
3ª –  Pimpolhos da Grande Rio

4ª –  Estrelinha da Mocidade
5ª –  Corações Unidos do Ciep
6ª –  Tijuquinha do Borel
7ª –  Mangueira do Amanhã
8ª –  Império do Futuro
9ª –  Ainda Existe Criança da Vila Kennedy
10ª – Miúda da Cabuçú
11ª – Petizes da Penha
12ª – Infantes do Lins
13ª – Aprendizes do Salgueiro
14ª – Planeta Golfinho da Guanabara
15ª – Inocentes da Caprichosos
16ª – Nova Geração do Estácio
17ª - Herdeiros da Vila
No carnaval de 2013, as 17 agremiações desfilam na terça feira de carnaval.

http://www.portelamor.com.br/

domingo, 5 de agosto de 2012

AESM-Rio define ordem dos desfiles mirins na próxima semana

A Associação das Escolas de Samba Mirim promoverá na próxima terça-feira, 7 de agosto, o sorteio que definirá a ordem dos desfiles das agremiações do grupo mirim.

O evento, que iniciará às 19h, será realizado na quadra da Estácio de Sá e contará com o prestígio de personalidades do mundo do samba, além de responsáveis e dirigentes do Ca...
rnaval.

Durante o sorteio, os diretores das escolas subirão ao palco seguindo a ordem de desfile do último Carnaval e, em seguida, poderão retirar a bola numerada.

Vale lembrar que, de acordo com o regulamento, as agremiações terão 10 minutos para trocas de posições.

Por Arleson Rezende
(Assessor de Imprensa AESM-Rio)

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Infantes do Lins escolhe hino para o Carnaval 2013

A escola de samba mirim Infantes do Lins que homenageará   sua  escola mãe,  escolhe o  hino que levará para a avenida Marquês de Sapucaí em 2013.   O samba de autoria de  Helcio Colored, Altair Marques, Ismael David e Antonio Carlos, tem como interprete  Lucas Donato e Renato Santos, back vocal Lucas Donato e Renato Santos, no
cavaco, Lucas Donato e no violão de 7 Cordas,  Leonardo Callado.
Vamos conferir?

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Nova Fan Page da Estrelinha da Mocidade.

Estrelinha da Mocidade lança Fan Page  no facebook.
Neste endereço você poderá saber de notícias sobre a escola mirim e outras informações como horário e dias de ensaios, dia do desfile e concentração.  Vale dar uma conferida.

quarta-feira, 18 de julho de 2012

HOJE TEM MARMELADA?

O G.R.C.E.S.M. Filhos da Águia, a azul e branco de Madureira , levará para a Marques de Sapucaí em 2013 o enredo  “Hoje tem marmelada” de Viriato Ferreira ,  apresentado pela Portela,  escola mãe,  no ano de 1980.  Vamos lá garotada, torcemos por um bom trabalho e um bom desfile em  2013.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

CANDACES - É o enredo da Aprendizes do Salgueiro para 2013

Em 2013, a Aprendizes do Salgueiro reeditará  CANDACES, que foi enredo da Acadêmicos do Salgueiro em 2007, isto a pedido da presidente da vermelha e branco do Andaraí, a escola mirim reeditará o enredo abordando o tema africano.

Anderson Abreu, aderecista da escola mirim, promete muitas surpresas, e irá se dedicar para mostrar o que a Aprendizes do Salgueiro é capaz de apresentar 

Herdeiros da Vila reviverá Kizomba na Sapucaí.

Na carona do sucesso que a Vila Isabel obteve ao cantar Angola no desfile de 2012, a Herdeiros da Vila, escola mirim da azul e branca de Noel, homenageará em 2013, os 25 anos do enredo "Kizomba, festa da raça", que marcou não só a história da agremiação , como a história do carnaval carioca.

A escolha pelo enredo celebra também o aniversário da agremiação mirim, que foi fundada no mesmo ano do desfile épico da azul e branco. Celeiro de bambas como o intérpete Tinga, a escola mirim deixará a responsabilidade de entoar um dos mais bonitos sambas-enredo da agremiação, nas vozes de Rafael Tinguinha, filho do íntérprete oficial da escola, e Vivian. Tinguinha, que ainda nem era nascido no ano do desfile que marcou época, confessa que está bastante ansioso.

- Eu sempre canto com meu pai o samba na quadra e também nos ensaios, pois esse é um dos esquentas da Vila. Soube há poucos dias dessa novidade e estou bastante ansioso porque vai ser a primeira vez que vou levar o samba sozinho, do meu jeito de cantar, declara o jovem intérprete, de apenas 17 anos.

O enredo será desenvolvido por uma comissão de carnaval composta por Alex Varela, Ana Cláudia Colatino Barreto, Junior Schall, Julio César Cerqueira e Rita de Cássia.

- A ideia é render homenagem ao grande samba de 1988, aproveitando o gancho do enredo sobre Angola, que apresentamos este ano, declara o carnavalesco da Herdeiros, Júlio César Cerqueira.

A escola mirim do bairro de Noel arrematou em 2012,  os prêmios Corujito e Olhômetro de melhor bateria, conjunto alegórico e melhor rainha de bateria, Mell Cristine.


GRÊMIO RECREATIVO ESCOLA DE SAMBA MIRIM HERDEIROS DA VILA
CARNAVAL 2013
TÍTULO DO ENREDO: VAMOS REVIVER KIZOMBA – FESTA DA RAÇA!!!
SINOPSE DO ENREDO

Salve foliões mirins da Herdeiros da Vila!!! Mais um carnaval está à vista!!! Vamos reviver um momento nostálgico da nossa Agremiação mãe.
Vamos entrar no túnel do tempo e regressar ao ano de 1988, ano de comemoração do centenário da Abolição da Escravidão em nosso país.
Nenhum de vocês era nascido!!! Por isso, devemos todos reviver o momento histórico da Vila Isabel na passarela do Samba, quando arrebatou o seu primeiro campeonato, com um enredo que se inseria no âmbito de tal referida comemoração.
Kizomba – a Festa da Raça, enredo do cantor e compositor Martinho da Vila, foi um daqueles momentos mágicos, inesquecíveis!!! A Vila não tinha luxo nem riqueza, mas tinha simplicidade, humildade e muito samba no pé.
Mas, vocês sabem o que é Kizomba?
Kizomba é uma palavra do Kimbundo, uma das línguas da República Popular de Angola.
O termo significa encontro de pessoas que se identificam numa festa de confraternização.
Do ritual da Kizomba fazem parte o canto, a dança, a comida, a bebida, além de conversações em reuniões e palestras que objetivam a meditação sobre problemas comuns.
A nossa kizomba conclama uma meditação sobre a influência da cultura negra no Brasil.
África!!! Oh, poderosa África!!! Lugar de encanto e magia, razão do meu cantar!!!
África, terra habitada por gente de cor de pele escura, guerreiros, e por animais selvagens, belos e exóticos!!! Zebras, guepardos, palancas, girafas, gazelas, pássaros, entre tantos outros!!!
Vindo de além mar, o europeu chegou!!! E lá encontrou um riqueza: o braço do negro para trabalhar nas terras das suas conquistas da América!!!
Viva a Rainha Njinga, a primeira a lutar contra a invasão do homem branco!!!
Mas, os portugueses eram fortes, valentes e queriam dominar, escravizar!!! Derrubaram Njinga, e começaram a fazer o infame comércio a funcionar!!!
Dos portos de Luanda e Benguela saíam rebanhos volumosos de negros!!! 
Para cá eles vieram, nos navios negreiros!!! O Valongo era o local de desembarque!!!
Trouxeram a sua cultura!!! O seu canto, a sua dança, os seus rituais!!! Trouxeram esse batuque gostoso que não pode jamais parar!!!
Lutaram, resistiram!!! Organizaram Quilombos!!! Viva a Zumbi dos Palmares!!!
Conseguiram a sua libertação!!! Viva a Isabel!!
Viva a “pequena África do Rio de Janeiro”!!! Viva às tias baianas, que vendiam os seus quitutes, e professavam as religiões negras!!!
Viva a Deixa Falar!!!
Mas, é hora de refletir!!! Conseguiram a sua liberdade!!! Os negros deixaram de ser escravos e passaram a ser homens livres. Se tornaram cidadãos?!
A luta por um lugar na sociedade brasileira, lugar de dignidade, ainda é uma conquista a ser concretizada!!! Os negros deixaram as senzalas da casa grande, mas foram morar nas “favelas”, nos cortiços, nos guetos, nos bairros pobres!!!
É certo que muitos já alçaram fama!!! Viva aos negros Reis e Rainhas como Pelé, Piná, Martinho, e tantos e tantos outros que perpetuam a memória e afirmam a cultura negra!!!
Mas, ainda é uma minoria!!! Por isso, foliões mirins, passaos vinte cinco anos de Kizomba - Festa da Raça, é hora de reviver e refletir sobre o papel do negro na sociedade brasileira!!!
Valeu Zumbi!!!

fonte.:SambaNews

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Estrelinha da Mocidade iniciou os seus ensaios de bateria e passistas

Por Fábio Silva

A representante mirim da Mocidade Independente, a Estrelinha da Mocidade iniciou na última terça-feira seus ensaios de sua bateria e da ala dos passistas, já de olho na próxima folia.


Os trabalhos ainda estão sendo realizados na antiga quadra da Coronel Tamarindo, até que a mudança para a nova quadra da Avenida Brasil efetivamente aconteça.

Os interessados em participar das oficinas de bateria da Estrelinha da Mocidade deverão procurar os coordenadores Rafael Nascimento, Rafael Martins e Max, sempre às terças, a partir das 19h.

A Ala de Passistas também está com as inscrições abertas para os testes com os coordenadores. Interessados deverão procurar George Louzada e sua equipe, toda terça, também a partir das 19h.

A Estrelinha da Mocidade levará para a Avenida em 2013 uma releitura do clássico "Sonhar Não Custa Nada Ou Quase Nada" apresentado pela Mocidade em 1992. Quem assina a reedição é o carnavalesco Leonardo Bora, que estreará na agremiação no próximo carnaval. 

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Mundo Mirim - Portelamor Mirim.

Mundo Mirim.

Afinal, não é carnaval o ano todo, o que fazer com os nossos pequenos durante esse tempo?

Pensando nisso, a equipe da Portelamor – Portelamor Mirim, criou o espaço chamado Mundo Mirim, onde nossos pequenos sambistas poderão além de obter notícias das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro e da AESMRIO, jogar, receber dicas de eventos, locais para passeios, pick-nicks, muitas vezes esquecidos entre o corre corre diário da nossa cidade maravilhosa.

Contamos com a sua visita em nosso site-blog e esperamos muito mesmo que você goste e retorne para outras visitas.

Portelino.

Infantes do Lins inicia inscrições para o carnaval 2013

O G.R.C.E.S. Mirim Infantes do Lins, que contará em 2013  a história da  Escola Mãe, Lins Imperial, com o enredo “1963-2013: Um Jubileu no Carnaval...Há 50 anos, nascia a Lins Imperial” de autoria e pesquisa de Luiz Di Paulanis,  carnavalescos Luiz Di Paulanis & Vitor de Souza já está com suas inscrições para o desfile 2013  abertas. 

As inscrições poderão ser realizadas na quadra da escola mirim, todos os dias a partir das 17 horas, procurar o Sr. Paulo ou Sra. Érica Renata.

Alô Criançada, está ai uma boa oportunidade de atravessar a Marquês de Sapucaí, sambando e brincando com a  Verde e Rosa do Lins.

A quadra da Escola Mirim fica na Rua Lins de Vasconcelos, 623 – Lins – Rio de Janeiro – RJ. 
Mais informações Tel.: 2268-5794 // 9218-6846

domingo, 1 de julho de 2012

Hoje tem marmelada?

A escola mirim Infantes do Lins,  divulgou a sinopse do enredo que levará para a Marquẽs de Sapucaí. Os carnavalescos Luiz Di Paulanis e Vitor de Souza escolheram abordar a celebração de aniversário da escola 'mãe', Luins Imperial, que nascia há 50 anos.

SINOPSE

"1963-2013: Um Jubileu no Carnaval...Há 50 anos, nascia a Lins Imperial"

Na época em que a TV era coisa pra rico e em preto-e-branco, a vida nos chegava através do som. Muita gente boa entrava no morro pelas rádios: era Roberto Carlos, Beatles e um monte de gente que levava pro mundo a mensagem de paz e amor, bicho! A gente até começou a brincar de "Qual é a música?" e a buzinar com o Chacrinha!! Mas o pessoal gostava mesmo era de samba! Era Cartola, Elizeth Cardoso e Jair Rodrigues, e os sambas de carnaval. A criançada por sua vez, via o mundo pelos gibis e dava asas à imaginação... E quando samba e imaginação se juntavam, era fantasia e carnaval!
E em 1963, depois de ver o Salgueiro ser campeão com "Chica da Silva", dois grupos de amigos, se uniram pra formar um verdadeiro patrimônio cultural. Da velha fundição fez-se o chão para os nossos sonhos, nossos poetas deram voz à nossa vontade e muita gente fez real a nossa fantasia.
E a gente quis mostrar pra todo mundo que a gente também fazia música... fazia samba!! Desde então, já descemos cantando tantos enredos, tantos sonhos e tantas histórias, que nem mesmo demos conta que já se vão 50 anos. Então, mais do que cantar parabéns, queremos mesmo é mostrar que acreditamos nas mesmas coisas e nos mesmos ideais que juntaram tanta gente ao redor de uma mesma bandeira, e transformou em sonho, o que antes era brincadeira. E que queremos ver toda essa gente desfilando com a mesma vontade de 1963. Porque nem quem nasceu naquele tempo deixou de sonhar, deixou de ser criança.
Por um lugar ao sol, vamos lutar até o final. Assim é essa escola, assim é a Infantes e assim é a Lins Imperial!!!!

fonte.: O carnavalesco
www.portelamor.com

Papo Kbça - Reciclagem


A importância da Reciclagem.
Transformar objetos e materiais usados em novos produtos para o consumo do homem é o principio básico da reciclagem. A necessidade da reciclagem foi despertada pelos seres humanos a partir do momento em que se verificou os benefícios que este procedimento trás para o nosso planeta.
As vantagens da reciclagem.
A partir da década de 1980, a produção de embalagens e produtos descartáveis aumentou significativamente, assim como a produção de lixo, principalmente nos países desenvolvidos. Muitos governos e ONGs estão cobrando de empresas posturas responsáveis: o crescimento econômico deve estar aliado à preservação do meio ambiente. Atividades como campanhas de coleta seletiva de lixo e reciclagem de alumínio e papel, já são comuns em várias partes do mundo.
No processo de reciclagem, que além de preservar o meio ambiente também gera riquezas, os materiais mais reciclados são o vidro, o alumínio, o papel e o plástico. Esta reciclagem contribui para a diminuição significativa da poluição do solo, da água e do ar. Muitas indústrias estão reciclando materiais como uma forma de reduzir os custos de produção.
Um outro benefício da reciclagem é a quantidade de empregos que ela tem gerado nas grandes cidades. Muitos desempregados estão buscando trabalho neste setor e conseguindo renda para manterem suas famílias. Cooperativas de catadores de papel e alumínio já são uma boa realidade nos centros urbanos do Brasil.
Muitos materiais como, por exemplo, o alumínio pode ser reciclado com um nível de reaproveitamento de quase 100%. Derretido, ele retorna para as linhas de produção das indústrias de embalagens, reduzindo os custos para as empresas.
Muitas campanhas educativas têm despertado a atenção para o problema do lixo nas grandes cidades. Cada vez mais, os centros urbanos, com grande crescimento populacional, tem encontrado dificuldades em conseguir locais para instalarem depósitos de lixo. Portanto, a reciclagem apresenta-se como uma solução viável economicamente, além de ser ambientalmente correta. Nas escolas, muitos alunos são orientados pelos professores a separarem o lixo em suas residências. Outro dado interessante é que já é comum nos grandes condomínios a reciclagem do lixo.
Assim como nas cidades, na zona rural a reciclagem também acontece. O lixo orgânico é utilizado na fabricação de adubo orgânico para ser utilizado na agricultura.
Como podemos observar, se o homem souber utilizar os recursos da natureza, poderemos ter , muito em breve, um mundo mais limpo e mais desenvolvido. Desta forma, poderemos conquistar o tão sonhado desenvolvimento sustentável do planeta.

Nova Geração do Estácio de Sá define enredo

A escola mirim da escola Estácio de Sá, Nova Geração do Estácio de Sá, já definiu o enredo para desfilar no Carnaval 2013: origamis, arte milenar oriental de manipular pedaços de papeis. Desenvolvido pelo designer Levi Cintra, que já passou pela Estrelinha da Mocidade, dentre outras, o tema abordará um trabalho educativo onde também se brinca.

Confira a sinopse:

Dobrando, desdobrando e brincando - Origami (Poesia em papel)

Numa folha de papel, algo simples e normal
Se transforma, ganha vida
De uma forma natural...
Dobra, desdobra-se
Esta arte que de longe veio
Ensina e enche os olhos de fantasia e alegria...

Arte japonesa antiga
Repleta de tradições e historias
Que encantaram gerações
Suas dificuldades e complexidades
Fez a arte de dobrar papel, se torna algo de
importância quase sobrenatural...

Esta arte nos faz sonhar
Que vinca a vida
Como uma cortina aberta,
E os dedos cheios de canduras desdobra-se em sorrisos
Pela pura inocência de fazer pensamentos voar...

Voar num infinito de formas
Fazer navios, leques, aviões de papeis
Misturar figuras simples e complexas
Tirar das mãos formas do coração
Vincar com criatividade e atenção
Dobrar, desdobrar, vincar, apertar com ternura,
Deslizar pelo papel suavemente
Para criar alegria, magia em pedaços de papeis...

Numa criatividade emocional, misturando cores,
Posso transforma num lindo carnaval
E acrescentando ao carnaval esta arte japonesa,
Fico encantado com tamanha beleza
Papel pintado, colorido, amassado e reciclado...

Posso utilizar tantas cores para confeccionar,
Animais, flores e objetos
Deixo a imaginação fluir e vejo
Um lindo avião voar
Ou um lindo balão vermelho riscar o céu...

A arte criativa dos origamistas,
Transforma-se em presente para os olhos e mente
E se desdobra-se em puro amor...

Com apenas algumas dobras
Desenvolvo minha criatividade e auxílio meu aprendizado
Arte origami transforma meu intelectual, simples assim
Com apenas um pedaço de papel...

E neste carnaval sigo a macha do soldado de papel
Jogando no ar minhas ideias dobradas no papel
Que hoje não será apenas confetes e serpentinas
Mais sim arte origami feitos por crianças...

É o morro do São Carlos,
Hoje faz seu carnaval brincando com um pedacinho de papel
Se desdobra sua arte na Marques da Sapucaí
Mostrando sua arte, além de sambar também saber brincar de dobrar...

Hoje é o dia de brincar
E de novo virar criança
Neste mundo de ilusão
Dá vida ao papel...

E a Nova Geração,
Abre seu leque e ensinar que brincar
Também se aprende a viver
Livres como folhas de papeis
Mostramos nosso carnaval
Colorido e feito a mão
Arte origami hoje desbrobra-se no meu pavilhão
E que todos brinquem e aprenda no carnaval da
Nova Geração!


Carnavalesco: Levi Cintra
Revisão de texto: Leonardo Catta Preta

Estrelinha já tem enredo para carnaval 2013


AESMRIO 10 ANOS

A diretoria da Associação das Escolas de Samba Mirins do Rio de Janeiro estará realizando na próxima terça-feira, dia 26 de junho, a partir das 19h, na Cidade do Samba, a festa que inicia a temporada de comemorações dos dez anos de fundação da entidade carnavalesca responsável pelos desfiles das agremiações mirins, no Sambódromo carioca. O evento será restrito aos dirigentes das escolas afiliadas, personalidades do carnaval carioca, parceiros comerciais e imprensa. Durante a festividade, dez personalidades do samba e carnaval que ao longo desses dez anos, serão homenageados.

Fundada por iniciativa de dirigentes de sete das dez escolas mirins, que formavam a LIESM- RJ (Liga Independente das Escolas de Samba Mirins), a Associação das Escolas de Samba Mirins, teve como fundador e primeiro presidente, Sérgio Murilo. A nova entidade surgiu a partir de uma dissidência da maioria das agremiações, que se encontravam insatisfeitas com os rumos da administração do carnaval feito para criançada estava tomando. Além de passar a dar as crianças e jovens, a oportunidade de aprenderem e desenvolverem os aprendizados voltados para a indústria do carnaval, com cursos profissionalizantes e oficinas diversas, o cunho pedagógico passou a ser implantado, desde então na folia feita pelos futuros sambistas.

Para Edson Marinho, presidente da AESM-Rio desde 2008, a fundação aconteceu no momento crucial, pois segundo o dirigente, com os rumos que os desfiles estavam tomando, as escolas mirins poderiam ser extintas. “A fundação da entidade foi o divisor de águas na história do samba mirim. Se não tivéssemos tomada na época a iniciativa, as agremiações mirins, fatalmente teriam acabado”, declarou.

A Associação à época de sua fundação, contou com o apoio, colaboração e prestação de serviços de personalidades como o desembargador Ciro Darlan, Manuel Dionísio, Sérgio Murilo e Afonsina Pires, a Dinorah, do Grupo as Gatas, entre outros, teve como fundadoras as agremiações: Mangueira do Amanhã, Aprendizes do Salgueiro, Herdeiros da Vila, Miúda da Cabuçu, Petizes da Penha, Golfinhos da Guanabara e Corações Unidos do Ciep. Atualmente a entidade possui 16 escolas afiliadas, sendo administrada por Edson Marinho, presidente; Maria das Graças, vice-presidente e Joel Toledo, diretor financeiro.

Na última década, tanto as escolas, como os desfiles, vêm obtendo notoriedade e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido nas comunidades, envolvendo aproximadamente 40 mil crianças e jovens com idade entre 05 e 18 anos. A Passarela do Samba a cada ano recebe uma média de público de 40 mil pessoas, que lotam as dependências do Sambódromo na Sexta-feira de Carnaval, quando tradicionalmente acontecem os desfiles das escolas mirins.

fonte.: WEBSITE O Carnavalesco.

 F